Murilo_de_Gusmao

Conheci o Murilo por acaso, na festa de uma amiga em comum. Fomos apresentados pela afinidade com a arte; eu, como mera espectadora deste universo tão lindo e vasto e ele, como o artista.

De cara, eu me apaixonei por uma foto de seu trabalho, que uma amiga mostrou no celular… Foi tempo observando suas ilustrações, até que finalmente, eu consegui entrar em contato para fazer este post sobre a sua carreira, espero que vocês gostem!

Murilo é artista autodidata, não frequentou escolas de arte e nem fez faculdade no assunto. Nasceu com o talento, sabe?
Sua formação é na área arquitetônica, ele estudou Edificações no Colégio Oswaldo Cruz no ano de 1999 e atuou como técnico no assunto, para a empresa CO.  – Companhia de Restauro. Lá, participou de restaurações de Monumentos e Prédios Históricos super importantes, como a medição e o estudo histórico para a restauração do Monumento aos Bandeirantes (escultura importantíssima, feita pelo artista ítalo-brasileiro Victor Brecheret), do Colégio Sion (1901) e do Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32.

Quando pergunto sobre o seu início nas artes plásticas, ele diz: “Desde criança gosto de desenhar, eram personagens de desenhos animados nos cadernos, presenteava amigas com desenhos e elas adoravam! (risos). Na escola, sempre tirava boas notas em Educação Artística, mas nunca achei que seria realmente um Artista Plástico, gostava mais de Arquitetura e do Design. As Artes Plásticas era uma admiração mais distante porém presente, o desenho técnico fazia mais parte da minha vida, do que o desenho artístico.”

Sua primeira exposição individual aconteceu em 2009, intitulada “SIMPLES” e aconteceu na Galeria Experimental da empresa Farah Service, em São Paulo. Na sequência e com o objetivo de misturar artistas de várias vertentes de forma livre, participou da exposição coletiva “PERNOITE 25”, também em São Paulo.

Já em 2014, Murilo apresentou o seu trabalho em três distintas exposições na Fibra Galeria de Arte. Na primeira, “PRESTATENÇÃO”, que lançou um “álbum-quadro” para a divulgação de novos artistas e na segunda, apresentou uma bela exposição em comemoração a semana da Cultura Afro-Brasileira, com a execução de uma obra sobre a entidade e leva o nome da exposição. Também na mesma galeria, participou da exposição “Iemanjá”.

Em Sorocaba, Murilo apresentou uma exposição individual, denominada “M’Gus”, na Ocupação La Paz, Espaço de Arte, Música e Gastronomia que abre espaço para artistas locais. Ufa, ainda tem mais: sua mais recente exposição aconteceu nesse ano, na grande Trienal de Artes chamada “Frestas“, no SESC Sorocaba.

O uso de poucas cores e seu traço fino, torna o trabalho do artista algo muito delicado e leve aos olhos. Dá para passar horas observando seus desenhos e construindo na mente, as mais viajantes histórias… Entenda mais sobre as inspirações e o estilo do trabalho, nas palavras do artista:

“Seria ousado definir um estilo, alguns são Abstratos, outros mais Figurativos. Desconstruídos, mas sempre orgânicos. Meus elementos essenciais são gotas, arcos, círculos, espirais e ondas, sombras e pouca sobreposição de traços. Pela simplicidade da técnica, multiplico traços para criar as profundidades, um estilo próprio.” Afirma.

ONDE ENCONTRAR:

Facebook
E-mail: mgus79@gmail.com
Fone: (15) 9 8128 0699

JB GOLDEMBERG ESCRITÓRIO DE ARTE
Rua Tinhorão, 69 | Higienópolis | São Paulo – SP
Seg. a Sex. das 11h às 19h | Sáb. das 11h às 16h
Telefone: 55 11 99105-1859 | 55 11 2478-3688

Imagens: Divulgação.